Querido padre Ângelo

gosto muito de escrever para o senhor, as tuas respostas são claras ,informativas ,tranquilizadoras e com autoridade. Em Fátima Nossa Senhora mostrou o inferno para as crianças..sabes bem a história. Eu li que Nossa Senhora disse: “Para salvar (as almas do inferno?) Deus quer estabelecer a devoção ao meu coração imaculado “Perguntou claramente :                                                                                                                                       1-É correto o que eu li? Nossa Senhora disse exatamente como mencionado acima?                                         

2- Se é correto o que li, é correto também concluir que as almas que estão no inferno podem ser salvas através dos sacrifícios em honra do Sagrado Coração de Maria?                                                     

Agradeço antecipadamente pela resposta , peço a vossa bênção e a vossa oração.                  Rosário                                                                                                                                                          


Querido Rosário,                                                                                                                                     

 1- Você caiu em um grande equívoco. Nossa Senhora não fala das almas que já estão no inferno e da possível libertação destas ,mas das almas que correm o risco de irem para o inferno. Trago as textuais palavras da descrição que a irmã Lúcia fez ao seu Bispo: “Bem. Os segredos constam de três coisas distintas ,duas destas estou a revelar. A primeira foi a visão do inferno.                                                                                                                              

 Nossa Senhora nos mostrou um grande mar de fogo que parecia estar abaixo da terra. E no meio daquele fogo, os demônios e as almas pareciam braços transparentes, pretos  ou  bronze ,com formas humanas que flutuavam no incêndio, levadas pelas chamas que saiam deles mesmo,juntos com nuvens de fumaça,que caiam para todos os lados ,semelhante à queda de fagulhas nos grandes incêndios, sem peso nem equilíbrio,entre gritos e gemidos de dor e desesperação que enchiam de  horror,e faziam tremer pelo medo. Se reconheciam os demônios pelas formas horríveis transparentes e pretas  de animais assustadores e desconhecidos. 

Estas visões duraram um momento.E graças a Nossa Boa Mãe do Céu,que antes nos tinha advertido com a promessa que nos mostraria o Céu(na primeira aparição),por que se assim não fosse acredito que teríamos morrido de medo e de terror. 

Em seguida levantamos os olhos em direção a nossa senhora que nos disse com bondade e tristeza:-Vocês viram o inferno ,onde caem as almas dos pobres pecadores .Para salvá-las Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu imaculado coração (Memória da Irmã lúcia,secretariado dos pastorinhos ,Fatima,p.106)

2-”Para salva-las” não significa “para tirá-los fora” porque a condição do inferno e irremediável,como disse o Senhor no Evangelho :”Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o diabo e os seus anjos.( Mt 25,41 ) 

 E:” Ele responderá: ‘Digo a verdade: O que vocês deixaram de fazer a alguns destes mais pequeninos, também a mim deixaram de fazê-lo’.

“E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”. (Mt 45,45-46)

Portanto “para salva-las”  se entende que é para impedir que eles vão.

3-Seguramente foi assim que os três pastorinhos entenderam as palavras de Nossa Senhora.

Irmã Lúcia ,sempre nas suas memórias e em referimento as visões do inferno escreve que Jacinta frequentemente se sentava por terra ou em qualquer pedra e considerava ,exclamando : O inferno! O inferno!

Quanta compaixão tenho pelas almas que vão para o inferno!E todas as pessoas, lá dentro ,vivas,que queimam como,madeira no fogo!

E,tremendo,se ajoelha com as mãos unidas,para recitar a oração que Nossa Senhora nos tinha ensinado : “ Ó meu Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do inferno. Levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem de Vossa infinita misericórdia.”

Agora,Revmo  Monsenhor Bispo,virás a entender porque em mim ficou a impressão que as últimas palavras desta oração ,sejam referidas para as almas que se encontram em maior,ou  iminente perigo de danação.

E continuava assim por longo período de joelhos ,repetindo esta oracao.As vezes chamava a mim,e a meu irmão ( como se acordasse de um sonho):- Francisco!Francisco! Vocês estão rezando comigo? É necessário rezar muito para libertar as almas em risco de danação! E são tantas,tantas!” (ib.,108) 

Te desejo tudo de bom,lembro de ti ao Senhor e te abençoo.

padre Ângelo

Questo articolo è disponibile anche in: Italiano Inglês Espanhol Francês Alemão Português