Querido Padre ngelo,porque o senhor amaldiçoa a serpente no livro de Gênesis?
E algo que não entendo.
Na verdade,Adão e Eva cedem à tentação e cometem um pecado grave,precisamente o pecado original .Então ,se o Pai permitiu que nossos antepassados fossem tentados pelo diabo uma vez que o pecado foi cometido,porque Deus amaldiçoou satanás?O Senhor não permitiu a tentação?Lendo o livro da Gênesis tenho a sensação de que o Senhor não sabia de tudo o que aconteceria,mas isso é impossível porque Deus sabe tudo sobre todos e em todos os momentos. No entanto,não posso me dar uma explicação para este fato.Já no livro de Jó,parece até haver uma espécie de aposta entre Deus e satanás, por que o Senhor neste caso dialoga com uma entidade que ele mesmo amaldiçoou?
Leio sempre com muito interesse o sito.
Saudações.

1-Querido ,fui ver o que diz Santo Agostinho em seu comentário monumental sobre a gênesis (pena que ele comentou somente os três primeiros capítulos).Este Santo Doutor dá por certo,sem dúvidas,que os eventos aconteceram conforme o texto sagrado os descreve.Mas isso para nós é relativamente importante.
A explicação que ele dá disso é mais interessante e nos faz entender ,entre outras coisas ,por que recebeu o nome de águia de Hipona.

2-Antes de responder à tua pergunta ,gosto de lembrar o que diz a astúcia da serpente:”De que espécie èra e de onde vinha a astúcia da serpente.Tinha então o serpente ,o mais astuto,è verdade,porém somente entre os animais criados pelo Senhor Deus.
o serpente è chamado o mais astuto o,conforme muitos manuscritos latinos,o mais sábio,não em sentido próprio ,como entendemos solidamente com a palavra “sabedoria” quando è referida a Deus,a um anjo ou a uma alma racional,mas no sentido no qual chamamos sapiente as abelhas e as formigas,porque as suas ações apresentam uma certa sabedoria.
Esta serpernte, poderia se dizer ser “o mais sapiente” dos animais ,nao por motivo da sua alma irracional ,mas pelo espirito de um outro ser,quer dizer o espirito diabolico.
Porque apesar do quanto em baixo tenham caido os anjos rebeldes,a motivo da perversidade e rebeldia que tiveram,que ate entao viviam nas moradas celestes,por natureza sao superiores a todos os animais a motivo da exepicional racionalidade que possuem.
Portanto, o que tem de estranho se o diabo, entrando na serpente e submetendo-a à sua sugestão, comunicando seu espírito a ela da maneira que os profetas dos demônios costumam ser possuídos, o tivesse feito “o mais sábio” de todos os animais que vivem em virtude de uma alma viva, mas irracional.
Mas é em um sentido impróprio que falamos de “sabedoria” a respeito de uma pessoa má, assim como falamos de “astúcia” a respeito de uma pessoa boa.
Já que no sentido próprio e de acordo com o uso mais comum, pelo menos na língua latina, os louváveis ​​são chamados de “sábios”, enquanto por “astutos” queremos dizer aqueles que usam sua sabedoria para o mal. É por isso que alguns, como pode ser visto em muitos manuscritos, traduziram de acordo com as exigências da língua latina não a palavra, mas sim a ideia, e então preferiram chamar a serpente de “a mais astuta”, em vez de “a mais sábia “de todos os animais.
Qual é o significado próprio deste termo em hebraico, isto é, se naquela língua alguns podem ser chamados e entendidos de “sábios” em relação ao mal, não em um sentido impróprio, mas no sentido próprio, se os especialistas nessa língua o virem .
Porém, lemos claramente em outra passagem das Sagradas Escrituras de alguns chamados “sábios” em relação ao mal e não ao bem; e o Senhor afirma que os filhos deste mundo são mais sábios do que os filhos da luz para prover sua vida futura, ainda que de forma fraudulenta e não segundo a justiça ”(De genesi ad litteram livro XI).

3-Voltando à sua pergunta, vamos supor que a serpente é a imagem do inimigo do homem, ou seja, do diabo.
Você pergunta por que Deus o amaldiçoou depois de lhe dar permissão para tentar o homem.
Enquanto isso, devemos nos perguntar em que sentido Deus amaldiçoa.
Certamente esta expressão ressoa na Sagrada Escritura. Mas obviamente é uma linguagem antropomórfica.
E no nosso caso significa o seguinte: sim, o demônio por inveja tenta o homem.
Mas a sua tentação e a aparente vitória que trará servirão apenas para ser ainda mais humilhado e para manifestar de forma ainda maior a glória de Deus e a santificação do homem.

4-Na verdade, o diabo verá seu reino destruído.
Além disso, o homem arrastado para a rebelião contra Deus será redimido pelo Sangue de Jesus Cristo.
E vitorioso ele irá e se assentará à destra de Deus com ainda maior glória e poder eterno do que ele teria se tivesse se mantido no estado de inocência.
Em fim, o próprio Deus tem sua glória eterna ainda maior porque ele manifesta quão grande é seu amor pelos homens por merecer uma redenção tão grande e poderosa.

5-Para o benefício dos nossos visitantes, gostaria de enfatizar um detalhe que não passou despercebido a voce : enquanto no livro de Gênesis Deus não dialoga com o diabo, ao contrário, ele conversa com Adão e Eva, no livro de Jó há este diálogo.
Quando Deus o vê, ele lhe diz: “De onde vens?” (Gb 1,7).
E Satanás respondeu: “Da terra, que tenho viajado por toda a parte” (Ib.).
Para falar a verdade, porém, é o diabo que vai tentar a Deus, assim como ainda é o diabo que vai tentar Jesus no deserto.
Aqui Deus o questiona não porque ele não sabe o que Satanás fez, mas para forçá-lo a dizer com sua própria boca o que ele faz aos homens: “Eu viajei por toda parte”.
Aqui fica evidente qual é a razão pela qual ele gira em torno da Terra. São Pedro diz isso claramente: “Esteja sóbrio, observe. Seu inimigo, o diabo, anda por aí como um leão que ruge procurando alguém para devorar. Resisti-lhe com firmeza na fé ”(1 Pd 5,9).

6-Ele o força a falar com sua própria boca da mesma forma que pergunta a Adão depois do pecado original: “Onde você está?” (Gn 3,9).
É claro que Deus sabe o que Adão fez e onde está, mas para nos ensinar o força a dizer como se sente depois do pecado.
E ele deve declarar que está nu, que perdeu aquela vestimenta mais preciosa, sobrenatural e, portanto, invisível que é a graça.
Com este vestido ele se sentiu em comunhão com Deus, com Eva e com toda a criação.
Depois do pecado, por outro lado, ele sente que perdeu o bem mais precioso, que está extremamente empobrecido: ele não tem mais comunhão com Deus, nem mesmo a de Eva. Até a criação lhe parece hostil.
Agradeço a pergunta, lembro de ti ao Senhor e te abençoo.
Padre angelo

Questo articolo è disponibile anche in: Italiano Inglês Espanhol Francês Alemão Português