Questo articolo è disponibile anche in: Italiano Português

Querido Padre ,li o evangelho de ontem com muito interesse ,e percebi que espontaneamente  surgiu em mim uma dúvida importante.

Serei muito agradecido se me esclarecesse.

Jesus se pergunta: “ Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” e responde :” Quem faz a vontade de Deus, este para mim è irmão,irma e mae”. Aqui está a dúvida. 

Mas então somos irmãos somente em Cristo e somos irmãos em Cristo somente se fizermos a vontade de Deus? Não existe então uma fraternidade universal. Ou Não?
Uma rápida pesquisa para esclarecer a questão me levou a explorar uma outra,coligada à prima questão.

Somos todos filhos de Deus? No belíssimo prólogo do evangelho de João,está escrito:            

“Ele veio como testemunha,para dar testemunho da luz,a fim de que todos acreditassem por meio dele.A luz verdadeira,aquela que ilumina todo homem,estava chegando ao mundo.A palavra estava no mundo,o mundo não a conheceu.Ela veio para a sua casa,mas os seus não a receberam.Ela,porém,deu o poder de se tornarem filhos de Deus a todos aqueles que a receberam,isto è,àqueles que acreditavam no seu nome.Estes não nasceram do sangue,nem do impulso da carne,nem do desejo do homem ,mas nasceram de Deus”.

Entendo que as minhas perguntas possam parecer simplista ,mas gostaria de entrar no profundo das questões, sem vos fazer perder tempo.

Obrigado, Carmelo

Querido Carmelo,são diferentes as perguntas que você fez.

1.A primeira é a seguinte: visto que Jesus disse que è sua irmã ,seu irmão e sua mãe quem faz a sua vontade ,só aquele que faz a sua vontade seria irmão do Senhor.
Isto é verdade.
É verdade porque o vínculo que nos une a Cristo é de ordem sobrenatural,porque estamos lidando com pessoas que receberam uma nova geração.
E de ninguém menos que Deus.
São João ,no prólogo do seu Evangelho,escreve: “Mas a quem o acolheu deu o poder de se tornarem filhos de Deus: a quem crê no seu nome,que…foram gerados por Deus”(Jo 1:12-13)

2.Na vida humana fomos gerados pelos nossos pais. Por natureza biológica são estes nosso pai e nossa mãe.Porém nós que acolhemos a vida santa de Deus fomos gerados na vida sobrenatural pelo próprio Deus,no qual depos em nós um germe da vida divina que nos faz pensar como  Deus (a Fé) e nos faz amar como Deus ( a caridade)

3. Portanto, são irmãos em Cristo todos aqueles que foram ligados a ele  mediante a graça.Aqueles que ainda não foram ligados mediante a graça são chamados a serem irmãos de Cristo ,mas por enquanto o são somente potencialmente.

4.É preciso dizer também que o vínculo aqui é ainda mais forte do que o da fraternidade humana,porque segundo a própria linguagem de Jesus ele também nos torna seus pais e mães.Em outras palavras ,esse vínculo nos torna um com Cristo .

5.A segunda pergunta,que é uma consequência, é a seguinte: “ Somos todos filhos de Deus”?A resposta é clara no versículo de João que foi citado:”Ela,porém,deu o poder de se tornarem filhos de Deus a todos aqueles que a receberam,isto é,àqueles que acreditam no seu nome”(Jo 1,12).Portanto não nascemos filhos de Deus ,mas nos tornamos.Muitos confundem a noção de filiação divina,que é puramente de ordem sobrenatural,com aquele de criaturalidade.

6.São João volta neste assunto na sua primeira carta quando escreve: “Todo aquele que nasceu de Deus não comete pecado,porque leva dentro de si a semente de Deus:não pode pecar ,porque nasceu de Deus.” (1 Jo 3,9). Enquanto continuamos unidos a Deus não pecamos.Pecamos somente no momento no qual nos destacamos de Deus e  renunciamos a ele.

7. Enquanto à segunda pergunta podemos responder assim:São filhos de Deus em ato todos aqueles que o acolheram. Todos aqueles que não o acolheram são filhos de Deus em potência, quer dizer ainda não o são, porque devem-se tornar ainda.

8.Mesmo assim Deus ama todos com amor de Pai no sentido que governa a vida de todos para que sejam capazes de acolher a sua vida santa dentro de si.

9.Portanto Deus ama todos com amor de Pai.Mas são seus verdadeiros filhos por adoção somente aqueles que receberam sua vida santa,a graça.Os outros ainda não o são.Posso dizer que estão se tornando.Mais é possível também que nunca se tornaram.

10. Santo Agostinho nas suas homilias sobre João diz:”Para tornar-se filhos de Deus e irmãos de cristo è certo que estes devem nascer: se não nascem,como podem ser filhos de Deus?Os filhos dos homens nascem da carne e do sangue,da vontade do homem e da união conjugal. E os filhos de Deus como nascem?….não do desejo da carne ,nem do desejo do homem,mas de Deus nasceram”. Em outras palavras, nascem de Cristo que nos comunicou a sua vida divina mediante a graça. A fraternidade universal é a que temos em Adão. 

Te agradeço pela questão,lembro de ti ao Senhor e te abençoo.

Padre Ângelo